segunda-feira, 25 de julho de 2016



Do Tejo e para o Tejo, escadas velhas que o tempo não destruiu, degraus de pedra que nos levam ao MNAA, às Janelas Verdes, a parte da Lisboa antiga que persiste e resiste à modernização que vai descaracterizando a traça de uma bela cidade.

2 comentários:

Mister Vertigo disse...

Na minha infância subi estas escadas muitas vezes e ainda hoje passo por elas, por vezes, mas na parte de cima, quando vou ao Museu das "Janelas Verdes".
Foi bom recordar e regressar aos seus blogues de que fui leitor durante alguns anos.
Os melhores cumprimentos.

Portas e Travessas.sa disse...

As escadinhas do jardim da Rocha de Conde Óbidos..muitas tardes passei em miudo...morava na rua do Conde