segunda-feira, 25 de julho de 2016



Do Tejo e para o Tejo, escadas velhas que o tempo não destruiu, degraus de pedra que nos levam ao MNAA, às Janelas Verdes, a parte da Lisboa antiga que persiste e resiste à modernização que vai descaracterizando a traça de uma bela cidade.

Sem comentários: