segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Outono


Sombra de Outono.
As águas tranquilas do lago parecem conformar-se com o adeus às tardes de sol quente.
E o céu, agora não azul, acompanha essa meditação.
Não se vê ninguém.
Natureza na Cidade.

1 comentário:

divagarde disse...

Um pequeno oásis entre o cimento, onde breve o chão se cobrirá de um crocante tapete dourado, que amaciará com as primeiras águas do céu cinza.
O Outono é contemplativo. Com ele outonamo-nos também, um desejo de resguardo, de livros, de uma manta aconchegante. Para mim não é nostalgia, antes um retorno ao eu, à concha ou casulo.
Gosto dos dias cinza para passear nos recantos desertos na cidade, ou na praia em manhãs de nevoeiro.