segunda-feira, 13 de abril de 2009

"Feira Popular"



Lembram-se da Feira Popular?
Podia estar obsoleta, velha, vazia.
Mas havia um local em Lisboa onde se podia comer uma sardinhada, umas farturas, dar minutos de grande satisfação às crianças nos carrosséis, ou simplesmente apanhar ar.
Havia. Já não há.
Sujeita a negociatas obscuras e nunca explicadas, fechou. Destruíram tudo.
Há quantos anos?
A fotografia mostra o que lá existe. Nada. Escombros.
Naquele local, com aquela área…surgirá certamente um gigantesco complexo de cimento armado. Mais um.
Que saudades do “Teatro Vasco Santana” e da Companhia de Luzia Maria Martins e Helena Félix! Que saudades dos “Lobos do Mar”! do “Júlio das Farturas”!
Também neste caso, a ganância imobiliária deixou-nos, a todos, mais pobres.

13 comentários:

Maria João disse...

Tristeza e desolação é resumidamente o que sinto agora ao ver esta fotografia do espaço abandonado onde tantas vezes, em outros tempos fui tão feliz.
Recordo-me de tudo o que referes, vivido em momentos diferentes e em diferentes idades. De cada uma delas recordo a Feira Popular de forma diferente, mas sempre com a mesma magia, a mesma satisfação.
Já sabia dos tristes negócios e interesses que têm envolvido aquele espaço nos últimos anos,mas revê-lo assim tão desprezado é no mínimo chocante!

Um abraço

Duende disse...

Uma pena sem duvida!

Bic Laranja disse...

Do Joselito e do comboio fantasma. Cumpts.

Rui Luís Lima disse...

Caro José Quintela Soares
A Feira Popular faz parte das nossas memórias de infância. Hoje em dia sempre que estamos na estação de Entre-Campos e olhamos aquele espaço, a tristeza acaba sempre por invadir a nossa memória.
Abraço cinéfilo
Paula e Rui Lima

Ana Cristina Casqueiro Haderer disse...

A minha rica Feira Popular! O que eu aqui brinquei com amigos, primos, primas. Os jantares de sardinhas, as noites de verão passadas com os pais, os amigos dos pais. Que pena ter desaparecido.

Dr. Mento disse...

A Feira Popular tinha uma mística própria e não eram poucas as vezes que ia lá almoçar (embora evitasse as sardinhas, que, sinceramente, não aprecio).

Nos meus tempos de criança, ir à Feira Popular era um dia especial, era um daqueles momentos que só se tinha muito de vez em quando, mas que se saboreavam até ao fim.

Com o fim da Feira Popular, algo em mim ficou mais pobre. Talvez aquela sensação de que o tempo passou e restaram apenas as memórias. E, de repente, cenas de anos idos (em especial de 1993) afloraram-me a mente...

Andreia disse...

Lembro-me de ter lá ido pelomenos duas vezes: a primeira em 1994/94 (não me recordo bem, pois teria 4 ou 5 anos), em que tudo era fantástico por ser novo para mim. Lembro-me de ver alguém vestido de batmen (o meu herói da altura) e ter ido a correr para ao pé dele... e depois ver o Joker, e ter dado o maior espectáculo sonoro de toda a minha vida! xD!

Saudades!!

Depois voltei lá mesmo nos ultimos dias, e mesmo assim adoreiii!!!
Nunca percebi porque é que fecharam o parque, porque mesmo decadende, continuava a ser algo "tradicional".

Na altura dizia-se que iriam trocar por melhor... que em 2005 já abria um novo!
Já estamos a meio de 2009, e ainda não se viu nada!

Praticamente todas as capitais e grandes cidades do mundo têm no minimo 1 parque de diversões... só Lisboa é que não tem nada!

Ainda se admiram por os portugueses terem o típico ar cizudo... não têm nada com que se distrair!

O ideal era uma manifestação em prol da contrução de um novo parque de diversões!!

=D

Anónimo disse...

Cresci na feira Popular.
Sou filho do falecido Fernando neves, do restaurante Serra da estrela.

Fico triste com tudo o que se passou.

cuprimentos ao josé Lito, ao Hugo, e ao tiago!

Nelo e Ricardo Matos Neves

Anónimo disse...

Já que estamos no 'era' das petições, porque não uma para que alguem com responsabilidades vier explicar a público o porque desta situação e se não acha que uma nova feira popular ajudaria a mudar um pouco as vidas dos portugueses ?! pelo menos por umas horas não nos lembrariamos da tristesa de pessoas que governam este país.

Que sdds que tenho de tantas as x´s que lá ia, mesmo não havendo muito dinheiro arranjava-se sempre algum para visitar a feira popular..

cumprimentos.

Rodrigues

Rafa disse...

A feira popular é sem dúvida uma das lembranças mais alegres da minha infância... Adorava andar na lagarta, que passava dentro da maçã e lembro-me de olhar para a montanha russa de água e pensar "qualquer dia terei tamanho para andar neste!"... agora tenho tamanho, falta é a montanha... que tristeza!

Anónimo disse...

José Quintela Soares,

Já o conhecia do "Ópera per tutti" mas fiquei algo espantado quando, ao pesquisar no google temas sobre a feira popular, vim parar a este blog e encontro cá o seu nome...

Escrevo para lhe dar a conhecer estes dois sites a que poderá achar interesse:

http://www.misteriojuvenil.com/forum/viewtopic.php?t=2252

e

http://www.afeirapopular.tk/

Old guy

Fanq Design disse...

Estou a tentar colecionar registos sobre a feira popular no blogue : afeirapopular.blogspot.com .
Gostaria muito de ter o vosso contributo.

Obrigado,
Miguel Frazão

Anónimo disse...

abertura provisoria 30 de novembro
lisboa 2012