segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Lisboa é Fado (8)

"A Casa da Mariquinhas".
Marceneiro.
Mais palavras para quê?

2 comentários:

Rui Luis Lima disse...

Caro José Quintela Soares!
"A Casa da Mariquinhas" é um ex-libris do fado, na sua tradição mais popular recordo-me de o escutar ainda em casa da minha mãe e avó, tanto cantado pelo Alfredo Marceneiro como pela Herminia Silva.
Abraço cinéfilo
Rui Luis Lima

Funes, o memorioso disse...

E aqui temos: o fado mais miserável da história do fado, cantado por uma das vozes mais mideráveis do fado.
Muito mau! Mesmo muito mau!
Não me leve a mal. Alguns dos meus melhores amigos matavam-me se lessem este comentário.