quarta-feira, 25 de julho de 2007

Ermida de Santo Amaro


Está muito escondida.
É preciso subir muitos degraus para lá chegar, mas quem o faz, sente-se seguramente recompensado.
A Ermida de Santo Amaro.
Só está aberta ao público à segunda-feira.
A vista sobre o rio é soberba, a tranquilidade absoluta.
Chamo a atenção para os azulejos dos claustros, que se espreitam de fora, mas são magníficos quando admirados de mais perto.

Descobri este monumento há pouco tempo.
Está bem cuidado, simples mas limpo.
E nas traseiras, um pequeno jardim com bancos de madeira completa na perfeição este espaço.

Merece uma visita.

4 comentários:

teresamaremar disse...

Era já no séc. XVI lugar de romaria e espaço de devoção. Tem ex-votos?

José Quintela Soares disse...

Olá teresamaremar

Lembro-me que sim.

geocrusoe disse...

Agora percebo porque nunca vi a porta aberta, fui sempre visitá-la nos dias errados.

Laurus nobilis disse...

Já há muitos anos que não não a via... Fui muitas vezes do D. João de Castro até lá; recentemente, tornei a vê-la da Ponte sobre o Tejo, aquando da mini-maratona.